PROSAS




                                                 Idades
                      

Não importa nada, não importa o tempo, o sonho, a idade, a caminhada...
Importa sim que vistas o tempo em que vives, não luta contra ele, deixa de lado a frase "no meu tempo não era assim", pois não era mesmo e nem nunca será são tempos novos em que tudo é mais rápido.
Vida e morte.
Veste tuas idades, corre quando ela te deixar, caminha quando ela te permitir, ampara-te na bengala se tiveres, escora-te nas paredes se puderes, mas veste tuas idades e vivas toda a plenitude que ela te permitir.

Maria Luiza Silva




Medos


Estremeço ao pensar que a fúria se espalha.
Homem e natureza estão em convulsão se debatem em busca da vida que lhes caçada e aprisionada em negros guetos de infortúnios e destruição.
Tremo e já não penso, durmo sem querer acordar sem mais a luz do sol que pode não nascer.
São tempos negros, não podemos nos mexer, não há espaço estamos presos, acorrentados em nossos fracassos, impotentes em nossa incapacidade de resolver o caos que criemos.
Nossas vidas podem desmoronar e a mãe terra não mais nos alimentar.
São tempos de fúrias e destruição, tempos de vida sem vida, a desesperança nasce e reveste as faces contorcidas do pavor de algo que não se toca.
São tempos em que se sente o medo do invisível, se veste o terror e se desperta na esperança do amor terno da saudade que bate à porta.


Maria Luiza Silva.



A Vida


A vida é maravilhosa, chega quando passamos por um túnel e recebemos um tapa nos pulmões, gritamos, estamos sentindo o ar, e a nossa vida começa a correr, procuramos o que ser, muitos acham outros não, alguns ficam pelo meio do caminho como qualquer fruto da terra, outros se arrastam a velhice levando, pancadas e conquistas em suas bagagens, e ai a vida acaba com um som longo e contundente do suspiro, o ar deixa nosso pulmões.



Maria Luiza Silva.



Maria Luiza Silva.

                                                                                  

                                                                                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário